.

.

Aquí, se relatan algunos de los experimentos de CT1BAT que lo poco que sabe recibió de otros y cuyo valor radica en la capacidad de mejorarlo y compartirlo. *** Ici, certaines des expériences de CT1BAT sont rapportées que le peu qu'il sait a reçu des autres et dont la valeur réside dans la capacité à l'améliorer et à le partager. *** Here, some of the CT1BAT experiments are reported that the little he knows received from others and whose value lies in the ability to improve and share it.

my QSL card

my QSL card

Loop Quad

Loop Quad
a minha nova antena para os 20m e Qrg superiores

Quadra Cúbica 50MHz

Quadra Cúbica 50MHz
(o meu canhãozinho!)

Ver video...

(todas de construção caseira! All homebrew)

Todos os projetos, aqui descritos, foram testados por CT1BAT conforme se mostra.
MASTRO TELESCÓPICO por CT1BAT
ou
COMO FAZER UM MASTRO TELESCÓPICO, APRESENTÁVEL E FUNCIONAL, POR POUCO DINHEIRO (menos de €150,00)


Olá companheiros Radioamadores!

Todos nós, Radioamadores, temos os nossos constrangimentos. Ou porque não há espaço, não temos meios (oficina e/ou ferramenta) ou falta o saber-fazer…

Mas, desde que haja vontade e um pouco de imaginação … a obra nasce!

Claro que é muito mais tranquilo comprar feito! Mas, isso é para quem pode e/ou não está para se maçar e tem uma perspectiva mais “limpinha” do Radioamadorismo.

Por uma razão ou por outra e contra todos os apoios (não és capaz… é complicado…) eu, com o meu fraco saber (filho de cidade, nada habituado a sujar as mãos e toda a vida trabalhanda na banca) mas muita determinação e algum engenho, fiz o “meu” mastro telescópico, por cerca de 150 Euros, que me deu e dá muito gozo e ali está funcional e resistindo aos ventos!


http://youtu.be/stWFY9FcQbY
Então, aqui vai em linguagem o mais acessível possível e …bom trabalho!
Comece por comprar 3 mastros de tubo de aço quadrado (são relativamenet leves, duros e mais firmes), de 80 mm, 60 mm e 40 mm de lado.

Os meus custaram cerca de 100 Euros (têm 6 mts de comprimento, cada).


De forma a reduzir o atrito no movimento dos tubos dentro uns dos outros, precisamos de 16 roletes para colocar 4 na base de cada tubo de 60 mm e do de 40 mm, outros 4 no topo dos tubos de 80 mm e de 60 mm.. Com o peso, se a folga (entre tubos) for menor e não houver rolamentos/roletes, os tubos poderão prender e não deslizar…

Que tipo de rolete?
De preferência em teflon/plástico endurecido (não vão suportar peso, apenas atrito de rolamento). Se não encontrar no mercado (eu não achei…e o que há é caro) compre vara de teflon com 7 ou 8 mm de diâmetro e … faça-os.




Corte e fure ao centro para passar um parafuso de aço de  3 mm.

Sugiro 4 roletes com o comprimento de 56 mm (para o lado de fora do tubo de 60 mm), 4 de 52 mm (para o topo/dentro do tubo de 60 mm), 4 de 36 mm (para o lado de fora do tubo de 40 mm) e 4 de 72 mm (para o topo/dentro do tubo de 80 mm).

De cada lado do rolete leva uma anilha para suavizar o atrito nos apoios dos roletes ou nas paredes do tubo.

Agora vamos cortar as peças de metal duro de 2,5 mm de espessura ( 4 de cada medida) que vão suportar os roletes a colocar na base de cada um dos tubos de 60 mm e de 40 mm.

(CLIQUE NA IMAGEM PARA AUMENTAR)
A furação para os roletes (a preto) deverá ser feita no final, com a peça já aplicada no tubo, para melhor ajuste.

Como os tubos têm cerca de 1,5 mm de espessura da parede e necessitamos de alguma folga, vamos contar com 2 mm.
Assim, colocando o tubo de 60 mm dentro do de 80 mm, menos a espessura da parede e a folga, resta-nos 8 mm em toda a volta. (80-2-2=76; 76-60=16; 16/2=8)
A proporção é igual para os tubos de 60 mm e 40 mm.

É neste espaço que vão funcionar os roletes (necessários para fazer deslizar, com atrito reduzido, os tubos) e por onde vai passar o cabo de aço que faz elevar os tubos e que os suporta quando subidos e na descida.

Vamos, ainda, precisar de 3 roldanas simples (2 de 60 mm de diâmetro e uma um pouco maior, entre 70 a 75 mm).

Atenção, devem ter um sulco fundo para que o cabo de aço não saia da roldana.

Compre um guincho simples (o meu, igual a este, custou 19,50€) e uns 15 metros de espia de aço ( a secção depende do que vai colocar no mastro mas 5 mm já suporta uma boa carga).
O cabo de aço deverá encaixar bem no sulco da roldana.

Compre 3 parafusos de 8 mm com porca de segurança, (se quiser furar e meter uma golpilha vale o mesmo, apenas vai suportar carga na vertical) um com o comprimento de 100 mm e dois de 70 mm.

Estes parafusos destinam-se a servir de batente inferior a colocar nos tubos de 80 mm e de 60 mm e para a roldana no tubo de 60 mm.

Providencie 4 suportes em “L” (há à venda no mercado já com várias furações e barato) para ajustar e suportar as 2 roldanas mais pequenas presas aos tubos e os respectivos parafusos com porca e anilha.

Junte-lhe um berbequim e algumas brocas para metal (de 4 e 8 mm) uma pequena rebarbadora (se tiver), uma dose de paciência e … vamos a isto!

Eu não gosto, nem sei, soldar a eléctrodo.
Se você o quiser fazer, para dar maior fixação às peças, recomendo que o faça no final, depois de tudo a funcionar devidamente.

MONTAGEM

A 1,5 metros do fundo (considerei uma “entrega”- a parte do tubo que fica dentro do outro, de 1,5 metros), no tubo de 60 mm faça um sulco de forma a que a roldana maior o atravesse de um lado ao outro (ela vai funcionar dentro do tubo).


Teste e guarde. A roldana vai ser aplicada quando montar os tubos.

Agora vamos aplicar os suportes dos roletes no tubo de 60 mm a 50 mm do fundo (use parafuso com porca).

A 20 mm do fundo (ou a seguir às já colocadas) aplique as peças nos lados C e D.

Vamos deixar a fixação dos roletes, por serem mais frágeis, para o final.

Agora vamos, de igual forma, aplicar as peças (mais pequenas) na parte que fica para baixo no tubo de 40 mm.

ROLETES

Vamos passar à montagem dos roletes no “topo” e no “interior” do tubo de 80 mm.

Repare na imagem.
Os roletes vão funcionar no (topo) interior do tubo de 80 mm, o mais próximo possível da parede (interior) mas sem lhe tocar +- 1 mm (para poder rolar).

Depois de aplicados os roletes (experimente) se o tubo de 60 mm passa sem dificuldade no espaço interior (entre os roletes).

Atenção: um dos roletes terá de ser seccionado e introduzio um pequeno tubo (casquilho) entre eles para garantir o espaço para passar o cabo de aço. Será o rolete que fica no lado oposto ao guincho (verifique o desenho do circuito do cabo de aço, mais abaixo).


Agora vamos montar, da mesma forma, os roletes no topo e no interior do tubo de 60 mm.

Experimente se o tubo de 40 mm passa bem no espaço entre roletes.

Já podemos fixar os roletes no fundo (lado para baixo) no exterior dos tubos de 60mm e de 40mm, conforme o desenho abaixo.


FIXAÇÃO DO GUINCHO

À altura que mais lhe convier ( 1,20 metros do chão) arranje forma de fixar o guincho.
Deixo uma sugestão:

Arrange 2 chapas de acordo com o desenho. Depois de furadas, por igual, fixe uma delas à traseira do guincho. .

Com 4 parafusos de 120 mm x 8 mm fixe-a no mastro à altura que desejar

ROLDANAS
O sistema elevatório consta de 2 roldanas no topo do primeiro tubo, no topo do segundo do lado oposto e de uma outra roldana no fundo do segundo tubo.

Procedemos de seguida à preparação e montagem das roldanas por onde há-de passar o cabo de aço.

No topo do tubo de 80 mm, 100 mm abaixo dos roletes, usando a rebarbadora (ou furar e serrar) faça uma abertura, ao centro, com a largura da roldana e 55 mm de comprimento.
Servirá para inserir parte da roldana de forma a que o cabo de aço não roce na parede interior do tubo.



Pormenor lateral/perfil da colocação da roldana no tubo.

De seguida procederemos, de igual modo, no topo do tubo de 60 mm.
Atenção: a roldana é colocada do lado oposto.

Para melhor percebermos o funcionamento das roldanas mostramos, à esquerda, o circuito do cabo de aço.

A 1,5 metros do fundo do tubo de 40 mm fazemos a furação para um parafuso com anel para prender a extremidade do cabo de aço (temos 8mm de espaço).

Só vamos aplicar o parafuso na montagem final dos tubos.


MONTAGEM FINAL DOS TUBOS
Atente no desenho.

Já com os roletes montados os tubos são alinhados de forma a passarem uns por dentro dos outros do fundo para o topo.

Antes do começar a introduzir os tubos colocar o parafuso no tubo de 40mm e passar o cabo de fora para dentro, pela roldana do tubo de 60mm em direcção ao parafuso do tubo de 40mm (veja o desenho).

Introduza o tubo de 40mm no fundo do tubo de 60mm.

Coloque a roldana e o parafuso (azul) no fundo do tubo de 60mm, após a passagem do tubo de 40mm.

Passe o cabo de aço por dentro do tubo de 80mm até à roldana e passa para fora em direcção ao guincho.

De seguida introduza os dois tubos no fundo do de 80mm, sempre puxando o cabo de aço e coloque o parafuso (verde) de suporte no fundo do tubo de 80mm, depois dos outros tubos passarem.


FIXAÇÃO AO CHÃO

Num bloco de cimento (com a chapa de terra por baixo!) fixei uma peça em chapa com duas alhetas, separadas 80 mm onde coloquei o tubo, atravessado por um parafuso de 10mm por 14 mm de comprimento, o que me permite baixar a antena, para o lado, se necessário.

Porque está enconstada a uma parede, permitiu-me colocar uma roldana para a deitar e colocar, de novo, na vertical e prender na parede.
De resto, no meu caso particular a manutenção das antenas é feita em cima do telhado da churrasqueira, já que o “arvoredo” do jardim não permite deitar o mastro!

Espero ter sido claro na exposição e ter contribuido para que, com um pouco de habilidade, possa construir um mastro telescópico capaz de suportar as suas antenas de VHF e UHF, as direccionais de satélite e, até, uma pequena yagi ou dipolos rigidos para HF.
Se lhe fui útil, foi um prazer!
73
De CT1BAT-José Machado – Coimbra-Portugal

Nota: Se gostou da ideia e construiu o MASTRO TELESCÓPICO CT1BAT
diga-me da sua satisfação para mailto:ct1bat@gmail.com

12 comentários:

  1. Boa noite colega Machado

    Meus parabéns, o seu site está muito bom,

    as fotos, os links, e toda a imagem.

    E claro está,o mastro ficou 5 estrelas.

    73 Helder CT2JIU

    ResponderEliminar
  2. Parabéns, para quem não tem habilidades como vc disse, isto é uma boa obra de engenharia, e dos bons engenheiro......ficou fantática
    Edison Pegoraro
    PU2POW

    ResponderEliminar
  3. Edison obrigado pela sua bondade e gentileza!
    Apareça sempre, aqui ou em trgm.blogspot.com a Tertúlia de Coimbra!
    Um abraço do
    CT1BAT - Machado
    sempre QAP

    ResponderEliminar
  4. boa noite colega Machado
    descobri por acaso o seu projeto mas digo-lhe que esta estupendo e é aquilo que eu gostaria de fazer mas nao sei se consigo tenho que ler a descriçao mais vezes para entender a 100%.
    Pela minha parte o meu obrigado pelo seu contributo.
    Laurindo pereira
    ct1drx

    ResponderEliminar
  5. Prezado Machado,

    agradeço imensamente sua ajuda. Vou montar aqui no Brasil e posteriormente mando fotos.
    73 de Martins - PY2HN///

    ResponderEliminar
  6. Alô, CT1BAT. Engenheiro já sabia que o senhor era. Mas com essa qualidade, ainda não.
    Gostei de ver. Está quase tão perfeito quanto o meu. Depois mostro. Falta-lhe o motor de elevação e recolha. Pense nisso.
    Bom trabalho e um grande abraço.
    Caldeira

    ResponderEliminar
  7. Caro colega Machado CT1BAT

    Muito obrigado pela sua explicação.
    Está a ser muito útil no meu projecto e depois na minha montagem de um mastro telescópio de 11 metros +/-, visto que só vou utilizar dois lances de 6 metros.
    Agradeço a explicação e a divulgação do seu projecto.
    Bem-haja

    Francisco Ramos CT2JKJ

    ResponderEliminar
  8. Também queria deixar o meus agradecimentos por esta obra simples de grande proveito para o bem comum . Eu fiz em tubo quadrado de aluminio 100x85x75 num comprimento total de 13metros cada mastro em alumibio mede 6,30metros então fica 6,30 + 3,30 + 3,30 fica mais resistente e não precisa de espias . muito obrigado Sr. José Machado 73/51
    Rui Sousa 31sd239@iol.pt

    ResponderEliminar
  9. Em alumínio, de parede dupla, ?!? Uma óptima ideia, deve estar lindo! Parabéns.
    (Quando puder mande foto!)

    ResponderEliminar
  10. Parabéns pelo Site, belas fotos, informações e músicas!
    Estava a procura de projeto de mastro telescópico e encontrei o seu!
    Sou Fã do radioamadorismo!
    Att, Paulo
    Abraços
    Rio, Brasil.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado caro Paulo, espero ter contribuido para o fortalecimento do seu interesse pelo Radioamadorismo.
      Abraço
      José

      Eliminar

Deixe aqui a sua opinião. Obrigado!