.

.

Aquí, se relatan algunos de los experimentos de CT1BAT que lo poco que sabe recibió de otros y cuyo valor radica en la capacidad de mejorarlo y compartirlo. *** Ici, certaines des expériences de CT1BAT sont rapportées que le peu qu'il sait a reçu des autres et dont la valeur réside dans la capacité à l'améliorer et à le partager. *** Here, some of the CT1BAT experiments are reported that the little he knows received from others and whose value lies in the ability to improve and share it.

my QSL card

my QSL card

Loop Quad

Loop Quad
a minha nova antena para os 20m e Qrg superiores

Quadra Cúbica 50MHz

Quadra Cúbica 50MHz
(o meu canhãozinho!)

Ver video...

(todas de construção caseira! All homebrew)

Todos os projetos, aqui descritos, foram testados por CT1BAT conforme se mostra.

ANTENNA END_FED ou ANTENA ALIMENTADA NO EXTREMO


Não sou fã de antenas alimentadas no extremo, sejam elas de comprimento aleatório (End_Fed), de meia-onda (EFHW) ou de fio longo (LongWire com 1  l de comprimento) devido, fundamentalmente às suas caraterísticas (elevada carga no extremo do fio), às condicionantes da instalação (necessidade de terra/de contrapeso, ângulo de instalação e distância em relação à terra, ...) aos cuidados necessários para que a malha do coaxial não irradie, ao seu caráter ruidoso e (muito importante!) à direcionalidade, quase, limitada ao sentido do fio.
Para avaliar tudo isto e mais, são necessários conhecimentos que, na generalidade, os amadores não têm e aparelhos de medida adequados. 
Contudo, hoje, a Internet é um enorme poço de conhecimento e experiências para quem quer saber mais ou, simplesmente, “o porquê das coisas”. Assim o espírito do radioamador os ilumine!

Contudo, alguns fins justificam os meios!
- Descrição simplificada do projeto
Queremos levar para o campo condições de comunicação em 7023-7026khz e estamos limitados no peso a deslocar; não temos, nem tempo, nem condições de instalação e afinação de antenas no local: apenas podemos transportar um emissor QRP de CW, um rolo de fio e pouco mais; como usamos baixa potência (0,8W) não podemos desperdiça-la com sintonizadores, medidores ou fichas e outros adereços... temos de “casar” simplesmente o emissor com a antena e... rápidamente!

 Claro que necessitamos de algum material, como
  • um coaxial para a baixada (da antena ao transcetor) e de
  • um adaptador de impedância de 64:1, já que teremos no fio uma impedância à volta dos 3 mil e tantos Ohm/W e 50W no TRX.

Não temos condições para a ligação à terra, nem do uso de contrapeso (pedaço de fio em oposição à antena/ligado à malha) nem carregar com sintonizadores de antena/antenna tuner (não tenho nem uso/trabalho com antenas ressonantes!).
Precisamos de simplificar e, assim, teremos de levar feito e afinado.
Podemos comprar (bom e caro de fábrica ou montado por “comerciantes de oportunidade” ou... meter as mãos na massa!)
Afinar somos Radioamadores: “...estudo, experimentação...”! Fica bem mais barato e funciona: aprendemos e divertimo-nos a fazer.
Aqui fica a lista do material necessário:
  1.  1 toroide 114-43;
  2.  2m de fio esmaltado 0,5mm
  3.  1 condensador de 120pF 1000V
  4.  1,20m de coaxial 50 W (eu usei RG174)
  5.  1 parafuso com porca de orelhas;
  6.  1 placa de acrílico/plástico e 4 cintas de serrilha;
  7.  1 ficha para ligar ao E/R e
  8.  20,50m de fio (eu usei o que tinha: 0,5mm multifilar).


 Construção do transformador de impedância

1.     Dobre 10cm do fio, sobre o restante e torça até que fiquem bem enrolados;
2.      Dê 2 voltas da parte entrançada no toroide. Deixe as 2 pontas e continue a enrolar, apenas, o fio único até concluir 8 voltas (do fio único);
3.   Encaminhe o fio para o lado oposto do toroide e dê mais 8 voltas ao contrário;
4.      A ponta do fio prenda/ligue ao parafuso.
5.    As pontas que deixou no inicio ligue, a entrançada ao vivo do coaxial e a ponta de fio único à malha.
      Solde (uma ficha é mais "perdas" a somar!)

A “apresentação” é a gosto! (chapa de acrílico/caixa bonitinha/ lata da graxa... tem muitas ideias na Internet)

Vamos afinar...

Pendure o transformador a 2m de altura (para que o cabo desça, na vertical, ao transcetor) afastado de obstáculos (prenda com uma corda para um lado, antena para outro cf. imagem). Prenda a outra extremidade do fio (antena) com uma corda para poder baixar/subir.

Esteja ciente de que a variação, em altura, influi na ROE (proximidade da terra/obstáculos  e no ângulo de fogo/direcionalidade (eu deixei a 5m de altura, em terra=experiência de “outras batalhas”). A afinação é feita no comprimento do fio/antena (encurtando).


O resultado?!?

Note que:

- este resultado corresponde às medidas indicadas. Se optar por outro material (toroide/secção de fio/comprimento ou tipo de coaxial, ...) o resultado será diferente.
-  a mesma antena não funciona exatamente igual em dois lugares diferentes devido às condições de instalação, mas... andará lá próximo!


Assim, é só chegar ao campo, prender as duas pontas e...  emissor no ar!

O custo?!? – Insignificante! O preço de um toroide (3/5€ no eBay) e um retalho de fio da sucata!



Mãos à obra e... divirtam-se!

73 from

 José Machado



Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui a sua opinião. Obrigado!